Área do Associado:

Esqueci minha senha

Newsletter

Adicionar Remover

Agenda

Associe-se

Associe-se

Notícias

Produtores de trigo pedem nova política para o setor

Os produtores de trigo paranaenses pedem uma nova política de comercialização que eleve o preço mínimo para R$ 537,42 por tonelada e amplie a cobertura do seguro para perdas nas lavouras e na produção em caso de queda da qualidade causada por condições climáticas.

Uma pauta de reivindicações foi discutida em reunião realizada no Ministério da Agricultura, na quarta-feira. "O que o setor produtivo quer é uma política que dê sustentabilidade aos produtores", disse o secretário da Agricultura, Erikson Camargo Chandoha.

Os produtores alertam que a área plantada no Paraná, o maior produtor nacional de trigo, pode ser reduzida pelo menos em 10% em 2011, em função do baixo rendimento proporcionado pela cultura este ano.

O documento entregue ao ministro da Agricultura, Wagner Rossi, alerta também para a depreciação do câmbio e as importações de trigo ameaçam a estabilidade necessária ao produtor.

O setor reivindica ainda medidas de apoio para conter o crescimento das importações de trigo, que inclui o aumento da Tarifa Externa Comum (TEC) imposta sobre a importação de trigo de outros países que não os do Mercosul. A TEC, atualmente de 10% deve ser ampliada para 35% para evitar importações que desestimulem a produção local, diz o documento.

Produção

Na última safra, o Paraná produziu 3,2 milhões de toneladas, quase 60% da produção nacional, cujo volume alcançou 5,7 milhões de toneladas. O Brasil consome 10,5 milhões de toneladas de trigo por ano, o que o torna dependente de importações.

Segundo o setor produtivo, se a cultura for apoiada adequadamente é possível reduzir essa dependência, aumentando a segurança alimentar do País, além de conter a evasão de divisas.

Outra medida importante solicitada ao ministro foi a postergação do início de nova portaria ministerial que amplia as exigências de qualidade na classificação do trigo.

A portaria está prevista para vigorar a partir da safra de 2011, mas os produtores alegam que há sementes disponíveis no mercado para produzir um grão de acordo com as novas exigências do ministério.

Fonte: Paraná Online

Publicado: 21/12/2010
Sindipães | Sindicato da Industria de Panificação e Confeitaria do ES

Endereço

Rua Rosa Vermelha, 700, Novo México, Vila Velha/ES
Telefones: 27 3319-1995 – 3063-3095
Celular VIVO – 27 9 9792-9671
Celular TIM – 27 9 8184-0888 / 9 8184-0607
E-mail: secretaria@sindipaes.org.br

Rede Social

Site desenvolvido por Tribo Propaganda